Quais são as principais lições de inovação para 2014?

No último post abordei a lista das empresas mais inovadoras de 2014 (The World’s Most Innovative Companies 2014) da Fast Company. Durante o estudo e análise para criação desta lista, a Fast Company observou 12 tendências que estão crescendo em relação aos negócios/empresas inovadoras, você pode conhecer esta lista diretamente em Twelve Innovation Lessons for 2014.

Blog 09 - 05-03-2014

Abaixo segue minha interpretação sobre estas 12 lições:

  1. O excepcional já é esperado: não basta que uma empresa seja inovadora uma vez, ela precisa estar constantemente inovando para permanecer no mercado dos produtos que se diferenciam por inovação;
  2. Inovação é episódica: inovação em produto/processo/modelo de negócio não é uma constante, uma empresa que se mantem como inovadora consegue apresentar diversos episódios (produtos/novidades) de forma consistente no tempo;
  3. É uma questão de fazer dinheiro: não basta ter uma ideia genial que cativa, mas que não gere um negócio sustentável. A inovação tem que possuir um modelo de negócio que permita a geração de valor (receita > despesa);
  4. Sustentabilidade encontrou um novo viés: se no início, o termo sustentabilidade (“green”/verde) era visto como uma jogada de marketing ou uma promessa, hoje não é mais. Diversas empresas criaram ou suportam seus negócios com base em eficiência energética, combustíveis alternativos ou reciclagem, como exemplo;
  5. Ultrapassar as barreiras globais por talentos amplia as possibilidades: ter acesso a diversos talentos espalhados pelo mundo ampliam a capacidade das empresas em inovar;
  6. Paixão (ainda) é subestimada: um grupo de colaboradores ou clientes realmente apaixonados pela empresa (ou “causa”) pode fazer toda a diferença;
  7. Conflitos não são necessários: mesmo em uma área que possui territórios marcados e conflitos pré-existentes, novos negócios podem ser desenvolvidos driblando todo o modelo atual. Vale refletir: ao criar um modelo de negócio que desvie dos conflitos “naturais” daquele negócio, a empresa pode canalizar energia para o que realmente importa;
  8. Clientes felizes fazem a Empresa feliz: não adianta conquistar uma gama enorme de clientes e não mantê-los felizes. Aqui há duas regras básicas: (1) manter com excelência o que atraiu os clientes e (2) agregar novidades, constantemente, para melhorar a experiência do cliente com seu produto;
  9. Software derrotou o Hardware: o diferencial está sendo entregue via software (observe o exemplo dos Smartphones e seus APPs). O Hardware é importante, mas já é o básico;
  10. “Made in China” é um elogiou: dispensa palavras, mas vale a reflexão;
  11. A Apple continua sendo a principal empresa no mercado de APPs: em 2013, suas vendas de APPs ultrapassaram 10 bilhões de dólares;
  12. Sonhar grande não é loucura, é uma exigência!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s