Narcisista?! Eu?

Dando continuidade a proposta do Post de 12.01.2011 (“Quais são os principais problemas enfrentados pela Alta Administração?”), este post será dedicado a explorar o terceiro dos quatro principais problemas enfrentados pela Equipe da Alta Administração (em inglês, Top Management Team – TMT): “Gestores Narcistas dentro da TMT, levando à decisões que privilegiam o indivíduo em detrimento da organização”.

Segundo o dicionário Caldas Aulete da Língua Portuguesa, a palavra “narcisismo” é derivada de narciso que significa “1 Personagem mitológico caracterizado pela admiração da própria beleza. 2 Homem extremamente vaidoso”. A Wikipedia explica que “Narciso era um jovem e belo rapaz que rejeitou a ninfa Eco, que desesperadamente o desejava. Como punição, foi amaldiçoado de forma a apaixonar-se incontrolavelmente por sua própria imagem refletida na água. Incapaz de levar a termos sua paixão, Narciso suicidou-se por afogamento”. Coloquialmente, “narcisismo” é utilizado como uma característica de uma pessoa egocêntrica, ou como se diria no popular, que pensa só em si mesmo.

Lubit (2002) comenta que “um número expressivo de gestores exibe em sua personalidade algum traço de narcisismo destrutivo. Uma razão é que alguns traços de personalidade, comuns mas não encontrados exclusivamente nos narcisistas destrutivos, ajudam as pessoas a evoluir na estrutura gerencial”. Kernberg (1998) e Kohut (1971) apontam estes traços: alto nível de autoconfiança, grande entusiasmo e ambição por prestigio e poder. O problema não são estes traços – que são até positivos – e sim o que o indivíduo pode gerar a partir destes traços.

Segundo a bibliografia especializada, todos gestores possuem um pouco de narcisismo, o problema é quando esta característica começa a prejudicar as outras pessoas e o resultado da organização.

Mas como um gestor narcisista pode prejudicar o resultado da organização (lembrando que este gestor não precisa ser da TMT)? Chatterjee e Hambrick (2007) – em artigo de título altamente sugestivo: It’s all about me: Narcissistic CEOs and their effects on company strategy and performance – afirmam, a partir de um estudo empírico, que quanto maior a tendência de narcisismos do CEO:

1. Maior o dinamismo da estratégia da empresa, em outras palavras, menor a constância da estratégia;

2. Maior o número de aquisições feitas pela empresa, independente do resultado destas aquisições;

3. Mais extremo os resultados da empresa (para cima ou para baixo);

4. Maior a flutuação do resultado da empresa, não tendo uma constância (seja de estagnação de ou crescimento).

E estes são apenas alguns problemas! Gestores narcisistas quando inseridos na TMT podem gerar fragmentação, provocando todos os problemas mencionados no post anterior.

Para enfrentar este problema cabe a TMT: (1) implantar um sistema de avaliação e feedback 360º que permita uma avaliação ampla de todos os colaboradores e, principalmente, daqueles que ocupam cargo de liderança; (2) desenvolver mecanismos para que cada gestor possa se auto-avaliar, fazendo com que analisem constantemente seus valores, suas decisões e o tratamento com seus subordinados.

Posts relacionados:

12.01.2011 – “Quais são os principais problemas enfrentados pela Alta Administração?”

28.01.2011 – “Tende a cair…”

07.02.2011 – “Fragmentos de uma equipe”

14.02.2011 – “O ritual da complexidade!

22.02.2011 – “Ensaio sobre a nova liderança

Referências

CHATTERJEE, A. HAMBRICK, D.C. It’s all about me: narcissistic CEOs and their effects on company strategy and performance. Administrative Science Quarterly, New York, v. 52, n. 3, p. 351-386, 2007.

LUBIT, R. O impacto dos gestores narcisistas nas organizações. Revista de Administração de Empresas. V. 42, n. 3, p. 66-77, 2002.

KERNBERG, O. Ideology, conflict and leadership in groups and organizations. New Haven: Yale University Press, 1998.

KOHUT, H. The Analysis of the self. New York: International Universities Press, 1971.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s