Como será o mercado de trabalho nos próximos 3 anos?

Como este é o primeiro post do ano, o mesmo exigiu uma atenção especial, afinal devemos começar o ano com o pé-direito. Depois de algumas reflexões, cheguei a conclusão que deveria abordar o estudo “Working beyond Borders” – em tradução livre, “Trabalhando além das fronteiras” – da IBM. Esta decisão foi pautada em três fatores:

1. O estudo é relevante e relacionado aos objetivos deste blog, pois aborda o mercado de trabalho nos próximos anos, não se restringindo a mão-de-obra básica, vai além, analisa Recursos Humanos de forma estratégica;

2. O estudo é robusto, foram entrevistados cerca de 600 Diretores de Recursos Humanos – do inglês Chief Human Resource Officer (CHRO) – de empresas de âmbito internacional, de 61 países e de 31 segmentos de mercado;

3. O estudo é confiável, desenvolvido pela IBM que vem apresentando diversos estudos com este teor estratégico (por ex.: Capitalizing on Complexity).

Espero que estes três fatores – bem como as informações abaixo – o convençam que foi uma boa idéia começar o ano com este tema. Eu estou convencido!

Mas vamos lá! Primeiramente, o que chamou a atenção foi a expectativa positiva em relação ao número de empresas que pretendem ampliar as contratações nos próximos 3 anos (2011-2013) – figura abaixo –, onde as três regiões com maior expectativa de ampliação são (em ordem decrescente): China (40%), Índia (29%) e América Latina (26%). Sendo que o Brasil desempenha um papel importante na América Latina, tendo um mercado em expansão e ao mesmo tempo podendo ser ancora para os demais países da região.

 

Esta expectativa de crescimento traz uma preocupação latente: atualmente, as empresas estão crescendo com foco na eficiência operacional, porém com um mercado mais global e dinâmico, as empresas terão que investir mais em criatividade, flexibilidade e velocidade para capitalizar as oportunidades e mitigar as ameaças. Neste contexto, segundo o estudo, os CHROs terão que investir em três ações basilares:

– Desenvolver futuros líderes;
– Acelerar o desenvolvimento de competências da força de trabalho;
– Fomentar a colaboração e compartilhamento do conhecimento.

Falar é fácil! Colocar estas ações basilares em prática será um grande desafio, pois as mesmas são respostas a três lacunas existentes no mercado, independente da nação:

– A escassez de líderes criativos;

– Incapacidade de desenvolver com a velocidade necessária as competências exigidas da força de trabalho;

– Ineficácia da colaboração e compartilhamento do conhecimento, visto que a cultura instalada privilegia o sucesso individual.

O estudo aponta que a solução para estas três lacunas e, por conseguir, a solução para aplicar as ações basilares é investir em ações para: (1) Cultivar líderes criativos, para que os mesmos se propaguem, se engajem e permaneçam na empresa, (2) Mobilizar para acelerar e flexibilizar, criando um ambiente desburocratizado e ao mesmo tempo que reine o espírito de urgência e foco no essencial, (3) Capitalizar a inteligência coletiva, valorizando mais o grupo e não apenas o indivíduo. Este último grupo de ações irá fortalecer e favorecer a eficiência operacional, a expansão para novos mercados/regiões e o desenvolvimento de novos produtos/serviços, como ilustra a tabela abaixo.

 

Vejo que o estudo “Working beyond Borders” chegou em alguns posicionamentos pragmáticos que fazem refletir sobre como se desenrolará o mercado de trabalho global para os próximos anos, cabe aos CEOs e a toda a Alta Administração (inclusive aos CHROs) a desdobrarem estes desafios e responderem para garantir a vantagem competitiva das suas organizações.

Para quem quiser se aprofundar no assunto, segue alguns links:

– Sumário executivo do estudo Working beyond borders

–  Site para solicitar aVersão Completa do estudo Working beyond borders

– Reportagem do portal Exame sobre o estudo “7 tendências e habilidades profissionais para os próximos 5 anos

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s